ESTEJA A VONTADE E SEJA MUITO BEM VINDA!!!

Páginas

Pesquisar este blog

sábado, 25 de fevereiro de 2012

PRECE À SABEDORIA

                                               
                                           

                                       (À Face Feminina de Deus)

        Dá-me, Espírito de Sabedoria, a Luz que vem de Ti.
        Inspira-me com o teu Amor, invade-me com a tua Ternura.
        Presenteia-me com toques do teu Senso de Humor.
        Lava-me com tua Pureza. Livra-me de toda amargura.
        Tem compaixão de meus medos e tristezas.
        Envolve-me em tuas asas de Liberdade
        Toca-me com tua surpreendente Singeleza.
         Infunda-me a tua Fraternidade, cativa-me com a tua Delicadeza.


         Vem até mim, Espírito de Sabedoria!
          Não me deixes jamais! Concede-me a tua Paz.
          E não permitas que eu me guie sozinha.
          Perdoa-me pelas vezes que te abandonei ou te machuquei.
          Perdoa-me por todos os instantes em que te decepcionei.
          Leva em conta que sou pequena e pobre.
         Que nada sei e quase nada sou,
          mesmo quando me iludo e pareço esnobe.
          Lembra que, apesar de miserável, te amo com amor inefável.
          Minúsculo em comparação com o amor que merecias,
          Porém, grande, se olhares pro irrisório coração que recebi eu dia.

          Ah, Espírito da Sabedoria, quero ser louca por Ti!
          Faz-me sempre mais apaixonada por Ti,
          num ardente amor sem fim, faz esse milagre em mim!
          Tanta gente que faz tudo por quem tantas vezes nem vale a pena
          Por que não alguém que dê tudo por Ti, ainda que terrena ?
          Que te ame até não poder mais, faz-me disto desejante e capaz!
          Faz-me por Ti ser capaz das maiores façanhas,
          maior Tesouro dado à raça humana !

          Vem, querido Espírito, dá-me essa indescritível alegria!
          Dá-me esse enorme presente, querida Sabedoria!
          Fortalece minha fraqueza, arranca minha soberba.
          Liberta-me de tudo aquilo que me impede
          a entrega em teus braços leves,
          sem receios, sem hesitações, sem resistências,
          pra poder te amar sem medidas e sem pensar em conseqüências.
          Cura-me com o teu perfeito Equilíbrio.
          Alivia minhas dores e chagas com o remédio do teu Sorriso.
          Sopra em minha existência a tua Vida.
          Manda sobre mim a tua Brisa.
          Brisa da tua Verdade, Humildade e Amizade.
          Brisa que ilumina o discernimento, esclaresce e dirige o tempo.
          Brisa que bate à porta, mas não derruba como o vento.

           Acalenta-me em teu colo, Espírito da Sabedoria.
           Derrama teu precioso orvalho sobre a sede desta tua filha.
           Ensina-me, transforma-me, faz-me semelhante a Ti.
           Livra-me do endurecimento, da estúpida intolerância.
           Afasta-me dos pré-julgamentos, da grosseira arrogância.
           Livra-me da ambição desmedida, da avareza.
           Afasta-me da hipocrisia, malícia e vileza.
           Protege-me contra os sagazes e insidiosos sofismas
           nos quais trabalha a sedução do absoluto relativismo.
           Defenda-me contra as artimanhas do indiferente e frio egoísmo.

           Protege-me contra as armadilhas do cruel e azedo sarcasmo.
           Defenda-me contra as teias do paralisante marasmo.
           Leva-me, enfim, para longe de tudo que te desagrada.
           Faz-me criança, faz-me esperança, coração singelo e confiante,
           mente aberta e pensante, a Ti entregues, em Ti repousantes.
           Da-me coragem, dá-me  força, dá-me fé.
           Cuida de mim, do meu espírito, do meu caminho.
           Cultiva em mim as tuas Sementes, alimenta-me com teu Leite.
           Molda-me segundo tua Imagem, constrói meu ninhos em tuas Ramagens.
           Banha-me com doses de tua Sensibilidade e Criatividade.
           Comova-me, Espírito da Sabedoria,com os gestos da tua Gentileza.
            Fascina-me com a tua Nobreza, partilha comigo um pouco que seja,
           do teu Ser, do teu Reino, da tua Riqueza.
           E recebe a minha gratidão sem palavras! Muda, deslumbrada, emocionada.
           Não me deixes nunca, nunca, nunca ! Não permitas que eu te escape
           sequer por um ínfimo instante, nem que eu caia em ilusões farsantes.
           Põe teus olhos em mim e não os desvies!
           E jamais – jamais! – deixes que eu me guie sozinha,
           que eu esqueça a voz da tua Poesia, que eu me perca da tua Sabedoria!

              Gisele De Marie

                                                

            

         

             

1 comentário

Seu comentário é muito bem vindo, nós respeitamos a sua opinião. Pedimos a gentileza de observar as regras da cortesia e do bom senso.

Arquivo do blog