ESTEJA A VONTADE E SEJA MUITO BEM VINDA!!!

Páginas

Pesquisar este blog

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

CINEMA NACIONAL

Para quem gosta de filmes nacionais, pincei alguns títulos menos divulgados na mídia:
"MEU PAÍS" -  lançado em 07/10/2011, tem 1 hora e 30 minutos de duração. Marcos, brasileiro que há muito tempo deixou o país para viver na Itália, é um empresário bem-sucedido e casado com Giulia. Ao receber um telefonema de seu irmão Tiago, dizendo que o seu pai havia falecido, Marcos se vê obrigado a voltar para o Brasil e encarar a vida que deixou para trás quando se mudou para Roma. O que parecia ser uma viagem curta, acaba se prolongando ao descobrir a existência de Manuela, uma meia-irmã que vive numa clínica psiquiátrica, portadora de uma deficiência intelectual. Apesar disto, a condição de Manuela não requer cuidados de médicos e especialistas, e sim de afeto e estrutura familiar, que só poderão ser construídos através da relação com Marcos e Tiago. Tiago, diante de problemas com a administração da empresa e dívidas decorrentes de seu vício em jogo, não aceita a chegada de Manuela, e Marcos diante de tal impasse vai ter de tomar uma difícil, porém inevitável decisão.

"AMANHÃ NUNCA MAIS" - lançado em 11/11/2012, tem 1 hora e 17 minutos de duração. Na trama, Lázaro Ramos é Walter, um médico-anestesista que trabalha em excesso e vive sob grande stress. Na tentativa de estar presente na vida da família e salvar o casamento em crise, ele se prontifica a buscar o bolo de aniversário da sua filha e levá-lo à festa de aniversário.Mas Walter enfrenta uma noite inusitada, repleta de percalços, acasos e coincidências que irão atrapalhar seus esforços de chegar com o bolo a tempo  para a festa.
"REIS E RATOS" - lançado em 20/01/2012, o filme  se passa na cidade do Rio de Janeiro de 1963, quando o clima de conspiração afeta uma série de personagens relacionados, de alguma forma, ao cenário político da época. Um deles é Troy (Selton Mello), agente da CIA que vive no Brasil e passa a duvidar de sua fidelidade à terra natal. Com a ajuda de seu comparsa brasileiro, o Major Esdras (Otávio Müller), ele planeja uma armadilha para o presidente que pode atrapalhar os planos do Golpe Militar.
"A MÚSICA SEGUNDO TOM JOBIM" - lançado em 20/02/2012, o documentário tem 1 hora e 28 minutos de duração. O extraordinário universo da música de Antonio Carlos Jobim não cabe em palavras. Foi com essa idéia em mente e a sensibilidade aguçada que o diretor Nelson Pereira dos Santos, ao lado de Dora Jobim, se dispôs a encarar o desafio de desvendar em filme a trajetória musical do grande compositor brasileiro, autor de uma obra eterna, de alcance  internacional. Em A música segundo Tom Jobim, os diretores escolheram o caminho sensorial da imagem e do som para exibir o trabalho do músico considerado, ao lado de Heitor Villa-Lobos, um dos maiores expoentes de todos os tempos da música brasileira. Não há uma palavra sequer  no filme. E nem é preciso. Uma sucessão de imagens de grandes intérpretes brasileiros e internacionais em performances inesquecíveis, e do próprio Tom Jobim, em diferentes momentos, alinhava a trajetória musical do "maestro soberano". Está tudo lá: a força e a beleza da sua música, as diferentes fases  do artista, o alcance e a poesia das suas canções, sua personalidade  musical, a importância da sua obra. Tudo conduzido de forma vigorosa e poética, sem necessidade de maiores explicações. Apenas o prazer e a emoção de ouvir Tom Jobim.

3 comentários

  1. ... Essa seleção de filmes aqui está ótima, todavia eu vou mais pelo que conheço, como o trailler por exemplo e já vi a chamada para Reis e Ratos e desse modo enfatizo que vale a pena, não quero desmerecer nenhum dos outros, podem ser tão bons quanto. Só que esses reizinhos aí, ainda nem chegou aonde eu moro, mas estou de ôlho na estréia, ah se estou.

    ResponderExcluir
  2. Engraçado como filmes brasileiros 'desaparecem'...
    Alguém assistiu Capitu - premiado no 31º Festival de Gramado, 2003 ?
    "Ninguém Sabe o Duro que Dei" - sobre Wilson Simonal e a ditadura militar ?
    A gente le nos jornais e os filmes nunca que aparecem; consegui ver o Areia -- com as duas Fernandas, mãe e filha porque achei a fita para alugar.
    Muito legal fazer esta divulgação.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é Sonia, já passou da hora dos brasileiros encararem que os filmes brasileiros deixaram de ser pornochanchadas há muito tempo e que temos aí filmes excelentes e com atores fantásticos. Realmente pecamos pela falta de uma divulgação adequada. No que depender de mim com certeza haverão sempre indicações não apenas de filmes, como também de música e dos talentos nacionais que temos por obrigação conhecer e prestigiar.

      Excluir

Seu comentário é muito bem vindo, nós respeitamos a sua opinião. Pedimos a gentileza de observar as regras da cortesia e do bom senso.

Arquivo do blog